Dólar: 3,1268

InpEV terá central de recebimento em Porto Nacional (TO)


Unidade, que começará a ser construída ainda em 2017 e será gerenciada pela Areia, deve receber anualmente 600 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas

No último dia 28, o prefeito de Porto Nacional assinou a doação de terreno para construção de uma central de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas no distrito industrial da cidade. A iniciativa ajuda a expandir o atendimento do Sistema Campo Limpo (logística reversa do material) no estado e também suprir as necessidades dos produtores da região, que contam, atualmente, com a central de Silvanópolis.

“Já foi dada entrada nas licenças ambientais e demais documentações e a construção do posto deve começar ainda este ano”, destaca Acilamar Vilela, coordenadora regional de Operações do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O terreno, de 20 mil metros quadrados, foi doado para a Areia (Associação de Revendedores de Insumos Agrícolas De Porto Nacional), que fará o gerenciamento da central.

O Sistema Campo Limpo já retirou dos campos brasileiros, desde 2002, mais de 440 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. “Nosso índice de destinação ambientalmente correta do material é de 94%. Isso significa que, quase todas as embalagens plásticas primárias comercializadas no Brasil são encaminhadas para reciclagem ou incineração e isso faz do Brasil líder e referência mundial no setor”, reforça a coordenadora do inpEV. No primeiro semestre deste ano, produtores do estado do Tocantins devolveram pouco mais de 612 toneladas de embalagens vazias, um crescimento de 6,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Sobre o inpEV

Há 15 anos, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

Sobre o Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração. Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube e Instagram.

Inpev, 01/09/2017



© 2017 Global AgroChemicals - Todos os direitos reservados

Principal provedor de conteúdo do mercado de defensivos